Você sabe o que são FIV e FELV e como elas prejudicam a saúde dos gatos?

O que é FIV e FELV?

O FIV é o (Vírus da Imunodeficiência Felina) e a FELV (Vírus da Leucemia Felina) são doenças
infecciosas causadas em gatos. São enfermidades causadas por vírus e que trazem muitos
malefícios à saúde desses animais. O vírus da Imunodeficiência Felina FIV e o vírus da leucemia
Felina FELV são as doenças virais dos gatos, pois apresentam diversas formas de provocar
sintomas graves e óbito dos animais acometidos.

FIV (Imunodeficiência felina ou AIDS felina)

A FIV é a doença causada pelo vírus da imunodeficiência felina, que compromete o sistema
imune do gato de forma parecida com o que o vírus HIV faz com seres humanos – daí o nome
popular de AIDS felina. Esse vírus pode ser transmitido de um gato para outro durante o parto,
na amamentação, em brigas, no acasalamento e pelo contato com sangue e urina. O
gato positivo para FIV tem a imunidade baixa e, por isso, é mais suscetível a doenças
oportunistas. Uma simples gripe, por exemplo, pode ser difícil de ser combatida.

FeLV (Leucemia felina)

Já a FeLV é a leucemia felina, também causada por um vírus que pode ser
transmitido por meio de secreções como saliva, fezes, leite e urina de gatos infectados. No
caso do animal ser positivo para FeLV, a imunidade baixa também é um problema, somada ao
risco de desenvolver tumores.

O que o vírus FELV causa nos gatos?

Cada gato responde a doença de forma diferente, há os que não sofrem com sintomas e são
autoimunes e há os que adoecem e apresentam sintomas diversos, os mais comuns são:

  • perda de peso repentina;
  • Anemia;
  • Apatia;
  • Problemas Respiratórios;
  • Estomatites;
  • Febre;
  • Anorexia;

Os animais podem ser infectados através de:

Lambidas, arranhões e mordidas.
Divisão de potes, caixinhas e brinquedos.
Durante a gestação e amamentação.
Transfusões sanguíneas.
Pelo coito (mais raro).

O FIV e FELV Tem cura?

Não há cura total e nem vacina, mas o tutor deve ser rigoroso para manter a saúde do
bichinho. É importante que qualquer doença seja tratada brevemente com um
profissional. Além disso, situações de estresse, como mudanças de ambiente, também
comprometem ainda mais a deficiência imunológica.
É recomendado que o gato positivo para a FIV não tenha contato com outros bichanos. Se o
tutor tiver dois felinos, o ideal é separar os itens utilizados, como o pote de ração e a caixa de
areia para evitar contaminação

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email